Ele começou vendendo batatas na rua, hoje busca investimento

empréstimo coletivo

Laércio Júnior foi indicado para realizar uma campanha de empréstimo coletivo na Firgun através da Aventura de Construir. Ele passou por nossa curadoria e está apto para tomar um empréstimo e crescer com ele. Laércio começou vendendo batatas em uma estação de trem, mas cresceu e hoje já não trabalha mais na rua. Ele faz entregas delivery e eventos gastronômicos aos finais de semana para complementar a renda de sua família.

Doar não custa nada – entenda como a Firgun funciona

Laércio fundou a Choco’s #013, uma marca de hambúrgueres, molhos e temperos artesanais. Laércio trabalha há quase 10 anos na área. Hoje quer R$10.000 para comprar um food truck e expandir os negócios. Ele já sabe de quem comprar só falta o capital para investir. Ajude o Laércio com esse sonho e receba seu dinheiro de volta para aumentar ainda mais seu impacto social com a Firgun!

Quem é Laércio Junior?

Laércio nasceu em Casa Verde, na zona norte de São Paulo, mas mora em Pirituba, extrema zona oeste da cidade. Ele tem 39 anos, é casado e tem dois filhos. Um menino de 9 meses e uma menina de 9 anos. Laércio começou a cozinhar desde cedo, pois era o mais velho de três irmãos e o fazia para ajudar a mãe em casa. Aos 18 anos entrou para o exército, onde ficou muitos anos e a maior parte deles na cozinha. Quando deixou a farda, começou a estudar para trabalhar em outras coisas. Fez duas faculdades: logística e educação física.

Mas as coisas não aconteceram como ele esperava: ficou 8 meses desempregado até que tomou uma atitude. “Quer saber? Vou voltar para a cozinha!”, pensou na época. O ano era 2009 e Laércio começou vendendo pacotes de batata frita de 150g na porta da estação de trem do Jaraguá. Ficou assim por 5 anos. Depois começou a procurar mais conhecimento, fez alguns cursos de gastronomia no SENAC e decidiu incluir hambúrgueres artesanais no cardápio. Ficou mais 2 anos atuando dessa forma. Foram ao todo 7 anos trabalhando de maneira informal, na porta da estação.

O chef é fera

Laércio se especializou e fez mais de 15 cursos de gastronomia. Depois dessa época na estação de trem surgiu a oportunidade de fazer feiras gastronômicas e eventos grandes. Foi aí que ele decidiu sair da rua e montar um negócio mais sério. Foi ao SEBRAE para se informar e tirou o CNPJ da sua empresa.

Hoje ele trabalha apenas com entregas por delivery via aplicativos, divulgando por whatsapp e com panfletos. Ele mesmo faz as entregas dentro de um perímetro específico da sua região. Também faz eventos aos finais de semana para complementar a renda. Quando é assim, leva a cozinha para o evento e monta uma barraca para atender os clientes, mas a logística disso é ruim. Hoje em dia os organizadores de eventos gastronômicos preferem aqueles que têm food truck. É muito mais prático, mas não para Laércio. O empreendedor chega a empregar 4 pessoas quando faz esses eventos. Sua esposa o ajuda na cozinha e com as entregas no dia a dia.

 O desafio de Laércio

Laércio acorda cedo e não costuma tomar café da manhã. Depois leva as filhas na escola e vai para a faculdade de gastronomia. Na volta para casa já começa a preparar o delivery e as 18h começa a entregar. Larga o batente só depois das 0h e nos finais de semana só depois da 1h da madrugada.

O objetivo de Laércio com o empréstimo é comprar um food truck para ampliar a possibilidade de negócios. O empreendedor já perdeu muitas oportunidades pois muitos eventos não aceitam mais barracas, que exigem uma logística mais complicada. O food truck é bem mais prático e ampliaria as oportunidades para o Laércio e a #013 Choco’s.  

Laércio não tem sonhos. Tem objetivos. “Quem sonha, acorda e continua com a mesma vida”, brinca o empreendedor. Ele tem fome para crescer, quer ajudar a gerar empregos e melhorar a vida das pessoas, gerando oportunidades.

O Impacto Social de Investir em Laércio

  • Incentivo à cozinha artesanal;
  • Acesso a microcrédito para uma empreendedor da periferia;
  • Potencial geração de empregos;
  • Aumento do faturamento do #013 Choco’s.

Os números do empréstimo coletivo

  • Financiamento pretendido –  R$10.900
  • Apoio mínimo – R$25
  • Seu dinheiro volta em – 24x
  • Rendimento aproximado do seu investimento – 12% ao ano
  • Data limite para investir – 22/06/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *