Empréstimo Firgun: entenda como fazer

empréstimo

Como fazer um empréstimo pela Firgun

Fazer um empréstimo no Brasil não é algo simples, mas vivemos num país de guerreiros. Aqui existem mais de 30 milhões de empreendedores que ganham até três salários mínimos por mês. Pessoas que não hesitam em trabalhar de domingo a domingo para trazer melhor qualidade de vida para sua família e pessoas que amam. As formas de financiamento mais utilizadas hoje pelos microempreendedores são o pagamento de fornecedores a prazo e o cheque pré-datado.

Os empréstimos tradicionais em bancos comerciais são considerados caros e difíceis de serem obtidos, por conta, por exemplo, do excesso de burocracia e de garantias reais que são exigidas das empresas. Muitos microempreendedores não conseguem empréstimos por serem muito pequenos ou por não terem histórico de relacionamento com o banco.

O empréstimo é uma ferramenta financeira para fazer crescer um negócio. Quando feito de forma segura e consciente pode transformar o dia a dia do pequeno empreendedor. Mesmo assim as pessoas têm aversão a tomar dinheiro emprestado, por que não confiam na política econômica ou pela já esperada burocracia e custos elevados.

Já leu?


Acesso a serviços financeiros no mundo: Brasil está na 131ª posição

Microcrédito produtivo: impacto econômico e social


O que é a Firgun?

A Firgun existe para facilitar o acesso a microcrédito para empreendedores. Fazemos isso através de uma plataforma de empréstimos entre pessoas. De um lado o empreendedor conta a sua história e para que pretende utilizar o dinheiro, do outro lado estão pessoas físicas que querem ajudar, investindo. Estipulamos um prazo para cada campanha e trabalhamos para captar o valor de maneira coletiva. Um único empreendedor tem vários investidores, chamados Heróis Firgun.

Dessa forma criamos uma rede de pessoas interessadas e engajadas em construir um Brasil mais inclusivo e empreendedor. Acreditamos no desenvolvimento do microempreendedorismo como motor para amenizar a desigualdade social brasileira.

Como funciona o empréstimo na prática?

Sabemos que o crédito é uma faca de dois gumes: pode significar o crescimento do empreendedor ou pode se tornar uma dívida. Não queremos que o segundo caso aconteça, por isso existe um processo de análise criterioso dos empreendimentos. Queremos conhecer empreendedores talentosos, mas que estão enfrentando dificuldades para tomar um empréstimo.

Em uma semana é possível ter um projeto analisado e a campanha no ar. Depois é necessário em média um mês de divulgação para arrecadar o investimento. De maneira resumida você precisará:

  1. Ter a indicação de uma organização que trabalhe com capacitação empreendedora
  2. Responder ao nosso questionário de perfil financeiro
  3. Enviar documentos que comprovem o faturamento dos últimos 3 meses
  4. Enviar vídeo e/ou fotos apresentando o negócio
  5. Divulgar

Primeira etapa – indicação

Para tomar um empréstimo com a Firgun é necessário ter pelo menos 2 anos de experiência empreendendo e ser indicado por uma organização que trabalha com a capacitação empreendedora. Essas organizações têm soluções para áreas de gestão empresarial, acesso a mercado, comunicação e temas relacionados, mas não promovem o acesso a crédito em si. Elas podem se aliar a Firgun em parcerias para realizar as indicações. Veja aqui os parceiros oficiais da plataforma.

Fazemos isso para ter uma segunda opinião do empreendedor.

Segunda etapa – análise de crédito

Aqui começa a análise do negócio. Com agilidade, através da internet, realizamos nossa própria avaliação do negócio.

Análise de perfil

Primeiro o empreendedor deve responder ao nosso questionário de perfil financeiro. Ele foi desenvolvido a partir de um estudo realizado em parceria com a FGV, Instituto Quintessa, Plano CDE e outros negócios sociais como Moradigna e 4YOU2. São perguntas que tratam de conhecimentos básicos de finanças, apetite a risco, hábitos de consumo, entre outros aspectos relevantes.

Fazemos isso para entender o risco do empréstimo.

Análise da saúde financeira

Nessa etapa queremos entender como andam as finanças do empreendimento. Para isso pedimos que seja enviado documentos que comprovem o fluxo de caixa do negócio dos últimos três meses. Pode ser uma planilha com o fluxo de caixa (entradas e saídas) ou se isso é feito em um caderno físico, as fotos desse caderno. Valem para esta etapa os extratos da conta bancária utilizada pelo empreendedor ou outras maneiras de demonstrar as contas do empreendimento. Nesse momento também pedimos para que o empreendedor envie uma foto do seu RG.

Fazemos isso para entender qual será o valor aprovado para captação. As parcelas do pagamento devem caber no bolso do empreendedor.

Terceira etapa – criação da campanha

Agora é o momento de criar a campanha de captação em si. Orientamos os empreendedores a como gravar um vídeo e/ou fazer fotos sobre o negócio para ilustrar a campanha. Afinal, para gerar confiança, os investidores devem conhecer com detalhes onde estão investindo seus recursos.

Depois, por telefone, conversamos com o empreendedor para entender sua história de vida. Seus desafios, superações e para quê pretende utilizar os recursos a serem captados. Com a informação redigimos o texto que vai acompanhar o vídeo e/ou as fotos.

Quarta etapa – divulgação

Esse é o momento de divulgar o projeto. Enviamos aos empreendedores um guia de divulgação com dicas de quais grupos acessar, como se comunicar e explicar a Firgun e a campanha aos seus públicos.

Juntos somos mais fortes. Então é interessante que todos os públicos envolvidos (rede Firgun, organização parceira que fez a indicação e contatos do empreendedor) estejam unidos para levar a mensagem mais longe. Quanto mais pessoas acessarem a página do projeto, maior será a chance de fazer o empréstimo acontecer.

Perguntas frequentes

Qual o valor máximo que posso pegar emprestado?

R$15.000

Em quantas parcelas?

  • Em 10x para empréstimos até R$3.000
  • Em 24x para empréstimos de R$3.001 a R$15.000

Quanto custa tomar um empréstimo na Firgun?

Os juros, pagos diretamente para os investidores (Heróis), são praticados da seguinte forma:

  • Empréstimos de até R$3.000 – sem juros
  • R$3.001 a R$9.000 – 0,5% ao mês
  • R$9.001 a R$15.000 – 1% ao mês

Além disso o tomador deverá pagar à Firgun uma taxa pelo uso da plataforma uma vez, no momento em que receber o empréstimo. A taxa Firgun se comporta da seguinte maneira:

  • Empréstimos de até R$1.000 – sem taxa
  • R$1.001 a R$2.000 – 2%
  • R$2.001 a R$4.000 – 4%
  • R$4.001 a R$8.000 – 6%
  • R$8.001 a R$12.000 – 8%
  • R$12.001 a R$15.000 – 10%

O que acontece se a meta não for atingida dentro do prazo?

Caso isso aconteça estendemos o prazo da campanha por mais duas semanas e em seguida acionamos o Fundo Firgun, feito de doações dos Heróis. Se mesmo assim não conseguirmos o valor pretendido é o empreendedor quem decide se o projeto deve ir adiante. Caso ele possa realizar parte do trabalho com os recursos que captou, vamos adiante. Caso não possa continuar com o projeto o dinheiro voltará para a conta Firgun dos Heróis e poderá ser utilizado em outra campanha.

Ficou alguma dúvida?

Envie um email para [email protected] com a sua pergunta que respondemos por lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *