Malala sabe qual é o melhor investimento: educação

malala

Malala veio ao Brasil pela primeira vez com o objetivo de financiar três organizações que trabalham a educação de mulheres. Ela é um ícone da luta pelos direitos das meninas de estudar, uma ativista paquistanesa em defesa dos direitos humanos e a pessoa mais nova a ser laureada com um prêmio Nobel.

Em debate realizado em São Paulo, Malala inspirou os participantes: “Um dia vamos acordar e ver todas as meninas, no Brasil e no mundo, na escola. Sem medo de estudar, com educação de qualidade, sem sofrer discriminação, sem ser obrigada a casar ou enfrentar trabalho infantil. E podendo sonhar com o que quiser – ser médica, policial ou qualquer outra coisa”

Invista no empreendedorismo feminino com a Firgun.

As organizações patrocinadas por Malala

Em São Paulo o projeto patrocinado foi a Ação Educativa, uma ONG fundada em 1994 e que tem como um de seus pilares a luta pela igualdade de gênero e raça nas escolas.

Em Recife, a organização Movimento Infanto-Juvenil de Reivindicação (Mirim) recebeu o apoio. Criada em 1990, tem como objetivo lutar pelos direitos fundamentais de crianças, adolescentes e jovens, combatendo a discriminação de raça, gênero, origem, condições de vida, credo religioso e ideologia política.

Em Salvador a organização patrocinada chama-se Anaí, Associação Nacional de Ação Indigenista. Criada em 1979, tem por objetivo principal promover e respeitar a autonomia cultural, política e econômica e o direito à autodeterminação dos povos indígenas.

A importância de se investir na educação de mulheres

Segundo Malala, investir na educação de meninas não melhora apenas a vida delas, mas sim do país como um todo: a democracia, a economia e a estabilidade. A ativista defende que o melhor investimento é a educação, pois através dela é impulsionado o empoderamento das meninas. Tudo tem a ver com emancipação.

Entenda os desafios das mulheres empreendedoras.

Ainda existem muitas desigualdades entre homens e mulheres. Por isso, vale destacar a importância da educação financeira nesse processo de emancipação. A educação financeira é uma ferramenta importante para a independência e empoderamento da mulher. O poder de escola é o maior ganho das mulheres que decidem tomar as rédeas de suas vidas financeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *